Santa Salete é um município brasileiro do estado de São Paulo.

História

A ORIGEM
A história do município de Santa Salete, iniciou-se  entre os anos de 1816 e 1822, com a descoberta dos índios kaingangues, pelo naturalista August de SaíntHailaire. Entre 1830 e 1840, a expedição de Patrício Lopes de Souza, tomou para si uma grande parte de terra que abrangia o território dos atuais municípios de Santa Fé do Sul, Jales e parte de Palmeira D’Oeste. Nessas terras, onde havia meeiros de Patrício de Souza, iniciou-se a criação de gado e a agricultura exclusivamente de subsistência. A luta com os índios prolongou-se até 1912, quando foram vencidos e expulsos de suas terras.

FUNDAÇÃO DO POVOADO
Em 1946, a Companhia Agrícola de Imigração e Colonização – CAIC, e uma subsidiária da Companhia Paulista de Estrada de Ferro, compraram parte da fazenda e, posteriormente, dividiram-na em glebas e uma delas transformou-se no município de Santa Salete.  O nome Santa Salete, segundo consta, não se deve apenas ao fato da CAIC, costumeiramente usar nomes de “santos” para designar seus loteamentos, mas segundo antigos moradores, o nome foi consagrado pelo desejo do seu suposto “fundador” o senhor Frederico Nogueira, que comprou e loteou parte das terras adquiridas da CAIC, ele não demonstrava ser um católico praticante, segundo alguns, mas por herança cultural, adotou o nome de Santa Salete, originária da cultura hispânica, da qual também descendia.

CRIAÇÃO DO DISTRITO
Em 31 de dezembro de 1963, através do Decreto lei Estadual nº 8050, o povoado foi elevado à categoria de Distrito, pertencente ao município de Urânia. O Distrito de Santa Salete teve a sua instalação tardia, estabelecida  através do Decreto Lei Estadual nº 8092, promulgada pela Assembleia Legislativa, em 28 de fevereiro de 1964.

A LUTA PELA EMANCIPAÇÃO POLÍTICA
Urânia possuía maior número de eleitores que Santa Salete, mas não era uma maioria tão significativa assim. Na primeira eleição realizada em 1959, Urânia saiu com dois candidatos, o seu fundador, o senhor Zico Braga, e um representante de Santa Salete, o senhor Alexandre Prudente de Morais, que era farmacêutico local. Porém, antes da candidatura oficial de ambos, surge um terceiro candidato, de nome Agnaldo (sobrenome desconhecido), pela cidade de Urânia. Feito isto, imediatamente o senhor Zico Braga previu que os números de votos dos eleitores de Urânia se dividiram, podendo provocar a eleição de Alexandre Prudente de Morais, candidato por Santa Salete. Para evitar isso, Zico Braga usando de seu “prestígio” político, suprimiu a candidatura de Agnaldo, vencendo a eleição de 03 de novembro de 1959. Mesmo com essas perdas, o povo em situações distintas demonstrava respeito a Zico Braga, como quando ele foi carregado pelo povo Saletense, no dia em que foi inaugurada a energia elétrica em Santa Salete, em 1962, instalada graças a sua “intercessão” e prestígio. Desde esses dias, tentou-se de qualquer forma a emancipação, mas toda e qualquer tentativa esbarrava na Legislação, pois Santa Salete não possuía os requisitos mínimos que a Lei exigia, como número de eleitores, distância da sede do município, arrecadação de impostos, entre outras exigências. Essa realidade começou a mudar no final da década de 1980, quando então muitos Distritos no Estado, começaram a pressionar políticos locais e estaduais pra alterarem a legislação. Neste processo engajou representantes políticos da região, onde o Deputado Edinho Araújo entrou com uma proposta na Assembleia Legislativa, de emenda, modificando e reduzindo os requisitos para emancipação. Depois de alguns anos tramitando na Assembleia, juntamente com reivindicações de vereadores e cidadãos saletenses, somadas ao resultado positivo de plebiscito realizado no ano de 1993, finalmente a emancipação de Santa Salete foi aprovada pela Assembleia Legislativa de São Paulo. Com eleições realizadas em novembro de 1996, a emancipação foi totalmente contemplada com a posse do primeiro Prefeito, Ademar Luís Cintra, em 01 de Janeiro de 1997.

CRIAÇÃO E EMANCIPAÇÃO DO MUNICÍPIO
Em 30 de dezembro de 1993, através do Decreto lei estadual nº 8555, o Distrito foi elevado à categoria de Município, com a denominação de Santa Salete, e desmembrado do município de Urânia. Sua instalação verificou se em 01 de janeiro de 1997.

A FORÇA DA FÉ E DO TRABALHO
Com um misto de devoção religiosa e dedicação a terra foi se formando o povoado de Santa Salete, impulsionado com o trabalho na Estrada de Ferro Araraquarense, antiga EFA. Famílias inteiras, como osMolina, Ferruci, e Cocharro, dentre outras, foram para aquela região do Noroeste do Estado, em 1945, onde havia terra fértil para plantar café. Mas, o que absorveu grande parte da mão-de-obra do pequeno povoado que se formava, foi, sobretudo, o trabalho na EFA. No mesmo ano de 1945, o lugar foi batizado pelos seus moradores de Santa Salete, mais tarde transformada em distrito de Urânia, pela Lei nº 8092, de 28 de fevereiro de 1964. O plantio de café, que deu início à principal atividade econômica do local – a agricultura,foi sendo aos poucos substituído pelo plantio da uva, que passou a predominar naquela região. Em 1986 – iniciou-se o movimento pela emancipação do distrito. E, como sempre aconteceu em sua história, o que entusiasmou essa luta foi à fé de seus habitantes e a sua coesão em torno do mesmo ideal – a autonomia. Apesar do grande apoio popular ao movimento, não foram poucos os obstáculos que Santa Salete teve que enfrentar até conquistar sua almejada autonomia. Foram vários anos de luta e de trabalho, tendo à frente a comissão de emancipação integrada por: Ademar Luís Cintra, Edilson César Farinha, Milton Molina, João Gonzales, Ismael Carvalho, Antônio Quatrin, Antônio José da Rocha, Manoel Argenal Sanches e José Carvalho de Oliveira. Na primeira eleição, um dos líderes desse movimento, o comerciante Ademar Luís Cintra, foi eleito prefeito. Aliás, é ele quem conta que a emancipação, além de outros benefícios, “tirou da população de Santa Salete o sentimento de marginalização, de discriminação”.
Enquanto distrito, Santa Salete tinha uma escola de primeiro e segundo graus, um centro comunitário, posto de saúde, rede de água e esgoto e apenas vinte por cento das ruas asfaltadas. “Só depois da emancipação é que conseguimos conquistar mais benefícios para a população de Santa Salete”, afirma o prefeito, enumerando algumas dessas melhorias: “hoje temos uma Casa da Agricultura funcionando, um ônibus para transporte de estudantes para Jales, uma moto-niveladora e uma pá carregadeira para conservação de estradas, duas ambulâncias e uma camionete para transportar trabalhadores e fazer fiscalização de obras”. Mas o prefeito garante que ainda tem muito o que fazer, até porque disposição para o trabalho, entusiasmo e projetos não faltam. O que vale por lá – desde a fundação – é à força da fé, do trabalho e da união entre os que lá vivem.
Os Primeiros Representantes – eleitos em 1996
PREFEITO MUNICIPAL: Ademar Luís Cintra, casado com Lúcia Lopes Araújo Cintra.
VICE-PREFEITO: Deraldo Nazzi
CÂMARA MUNICIPAL: Vereadores – Edílson César Farinha, Iara Alves, Niverso Valentim, Milton Molina, Ismael Carvalho, Osvaldenir Rissato, Ivalderes Molina, Paulo Neto Buzo e João Gonzales.
ESTE TEXTO É DE AUTORIA DO DEPUTADO EDINHO ARAÚJO, AUTOR DA LEI 651/90 DAS EMANCIPAÇÕES.
Gentílico: Saletense

Hino do Município

Em breve

Brasão

Bandeira

Localização

AVISO SUSPENSÃO DE LICITAÇÃO

TOMADA DE PREÇO Nº01/2017

COMUNICAMOS que está suspenso a Tomada de Preço nº 01/2017, objetivo:- contratação de empresa de engenharia especializada para execução de obras de reabilitação de trechos críticos em estradas rurais deste município, conforme Plano de Trabalho – PDRS – microbacias II – Processo nº 4.138/2017, celebrado junto a Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo, mediante o regime de empreitada por preço global, de mão de obra e material, conforme especificações e demais elementos técnicos constantes no Plano de Trabalho, para apreciação final da matéria. A nova data da seção pública será informada através dos mesmos meios de divulgação utilizados anteriormente. Outras informações poderão ser obtidas com a Comissão de Licitação, na Av. Presidente Roosevelt - 604 - Santa Salete/SP, pelo e-mail liciracao@santasalete.sp.gov.br ou através do telefone 017 - 3662.9000.

Prefeitura Municipal de Santa Salete, 14/06/2017.

Fernando Prudente de Moraes Junior Encarregado do Setor de Licitação.

You have Successfully Subscribed!